sexta-feira, 21 de março de 2014

O Dia Mundial da Água






O Dia Mundial da Água
Por: Fernando Marin
  A água, chamada de ‘precioso  líquido’ é imprescindível à vida. Apesar de muitos não saberem, a parcela de água potável disponível no planeta é muito baixa, apenas  0,029 % de toda a água existente está localizada nos rios e lagos, e pode ser utilizada para o consumo humano. Mesmo assim, boa parte dessa  água se encontra poluída pelo despejo de esgotos ou de efluentes, sendo necessário um tratamento químico para que possa ser consumida.
  Assim, nos sobra muito pouco e basta uma estiagem mais prolongada para que ela venha a faltar e, somente aí, é que se descobre a sua importância para a vida quotidiana.
  O Brasil hoje detém a maior reserva disponível de água doce do planeta, basicamente disposta na região norte do país onde estão os grandes rios da bacia amazônica, porém na região sudeste, a mais habitada do país, está apenas 6% da água existente no país.
   Ainda no Brasil, podemos contar com o Aquifero Alter do Chão , considerada como a maior reserva subterrânea de água doce do mundo, e que está localizada na região norte do país, com uma reserva de 86,4 mil km³ de água, que supre 40% das necessidades de Manaus e de várias outras cidades da região.

   Dispomos, também, do Aquífero Guarani, na região centro-sul do país, englobando partes dos estados de São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, uma área total de 1,2 milhões de km quadrados, que abrangem também a Argentina, Paraguai e Uruguai. A reserva é capaz de suprir 400 milhões de pessoas por ano, cerca de 43 trilhões de metros cúbicos de água anuais. Toda essa água está depositada a cerca de 1500 metros de profundidade e é uma grande reserva estratégica para uma eventual falta no futuro.
  Assim, mesmo dispondo de uma grande reserva de água doce, ela não é bem distribuída, e em caso de estiagem , as áreas mais povoadas estão sujeitas à falta dela.
  Na verdade, faltam investimentos em conservação dos mananciais, na preservação das nascentes e das matas ciliares. Outro aspecto é o do desperdício, bastante alto, não só da parte da população mas também pelas empresas distribuidoras.
  A questão da poluição também preocupa, segundo dados do jornal O Globo, de 19 de março último, 100 % dos rios do Rio de Janeiro estão com águas classificadas como regulares ou ruins, justamente pela falta de saneamento, despejo de esgotos diretamente nos rios sem o tratamento adequado. A ocupação desordenada é outro fator que causa preocupação, já que ela contribui para o desmatamento e para o assoreamento dos rios, prejudicando a sua vazão e ocasionando enchentes e inundações, o que põe em risco a vida das pessoas.
  Dia 22 de março é o Dia Mundial da Água, um dia que deve servir para uma reflexão de toda a sociedade em torno da necessidade de nos engajarmos na preservação do meio ambiente, para que nossos recursos hídricos venham a ser melhor aproveitados e que possam nos suprir de água limpa perenemente.
Esse é o desafio
Fernando Marin


sexta-feira, 7 de março de 2014

Mulher cristã: Marta ou Maria?



Mulher cristã: Marta ou Maria?

Por; Fernando Marin

  No dia 8 de março é celebrado o Dia Internacional da Mulher, um dia para nos lembrarmos de muitas lutas que as mulheres vem travando com vistas a conquistas mais que merecidas.
  Esse dia tem origens trágicas. No dia 8 de março de 1857, em uma fábrica de New York, as trabalhadoras deflagraram uma greve, para reinvindicarem  melhores condições de trabalho e salários. Afinal, a jornada diária era de 16 horas – elas reinvindicavam ‘apenas’ 10 horas diárias. Elas também queriam uma equiparação com os salários que os homens recebiam, que eram 3 vezes maiores que os delas, além de condições dignas de trabalho.
  Essa greve foi combatida com violência pelos patrões: eles simplesmente trancaram 130 mulheres tecelãs na fábrica e a queimaram. Em homenagem a essas lutadoras, em 1975 a ONU oficializou o dia 8 de março como o Dia Internacional da Mulher.
  No Brasil, pode-se dizer que a data de 24 de fevereiro de 1932 é histórica, já que foi nessa data que houve a instituição do voto feminino – até ali as mulheres nem podiam votar e nem serem votadas.
  Aproveito essa data para homenagear a todas as mulheres, em especial as cristãs, que sempre tiveram papel importante no ministério de Jesus e na igreja atual. Como eu costumo dizer, o que seria da igreja sem as mulheres?
  É verdade, as mulheres sempre tiveram grande importância no ministério de Jesus, embora não hajam muitas citações a respeito disso na Bíblia. Temos que lembrar que naquela época, a sociedade era centrada no homem, mulheres e crianças sequer eram contadas quando se falavam em números de pessoas.
  Há um texto bíblico em especial que pode nos conduzir a uma importante reflexão, quando o analisamos à luz de uma hermenêutica atual. É o de Lucas 10, versos 38 a 42. A passagem nos conta que Jesus viajava, e quando chegou a um povoado, foi recebido na casa de Marta. Sua irmã, Maria, sentou-se aos pés do Senhor e ali ficou, ouvindo-O e aprendendo com Ele, enquanto que Marta se ocupava sozinha de toda a rotina da casa, provavelmente preparando uma refeição para o Mestre.  
  Em um certo momento, irritada, Marta se aproxima e pede que Jesus mande Maria ajuda-la, já que havia muito o que fazer, mas o Mestre , na sua mansidão habitual, a repreendeu, e disse que Maria tinha escolhido a melhor parte.
  Se trouxermos essa passagem para hoje, certamente teremos mulheres se identificando tanto com uma quanto com outra. Elas representam dois tipos de crentes, ambos bastante comprometidas com Jesus, porém com objetivos e focos diferentes uma da outra.
  Voltando ao texto, vemos que ambas tinham tarefas a cumprir, arrumando a casa, preparando a hospedagem, o jantar, ou seja, assumindo todas as tarefas inerentes às mulheres da época. Mas, vemos atitudes diferentes nas duas irmãs, já que , enquanto que Marta cuidava das coisas materiais, Maria se ocupou com as coisas espirituais , com os ensinos oferecidos por Jesus.
  Mesmo quando Marta reclamou a Jesus que ela estava fazendo tudo sozinha, sabemos que ela O amava, porém demonstrava isso de forma diferente, oferecendo a Ele uma boa hospedagem e alimentação.
  Enquanto Marta se atarefava com seus afazeres domésticos, Maria aproveitava a presença do próprio Deus em sua casa , escolheu a boa parte, apesar das tarefas que tinha a cumprir permaneceu aos pés do Mestre mesmo com as reclamações da irmã.
  Quem estava certa, Marta ou Maria?
  Resposta difícil, não? Nem tanto: a resposta mais imediata seria Maria, já que ela deixou tudo de lado para se ocupar apenas em aprender com Jesus. Já Marta queria que Ele tivesse uma boa estada em sua casa, e se ocupou com os preparativos necessários.
  Trazendo para os dias de hoje, podemos dizer que encontramos os dois tipos de pessoas no seio da igreja. Vemos muitas pessoas como Marta, boas, comprometidas com as coisas da igreja, preocupadas com a ornamentação, a administração, com a música e que se ocupam tanto com essas coisas que não lhes sobra tempo para buscar mais de Jesus. Usam todo o seu tempo disponível para ajudar no trabalho da igreja, e não lhes sobra nem um minuto para buscar comunhão com Ele.
  Claro que o serviço das ‘martas’ é importante nas igrejas, mas se queremos ser bons cristãos temos que estar com Jesus, aprender com Ele, estar em oração, receber as Suas orientações para podermos melhor trabalhar para o Reino de Deus.
  Sem desmerecer o trabalho das ‘martas’, temos que elogiar a mentalidade das ‘marias’ , que colocam Jesus acima de todas as coisas nas suas vidas.
  Sim, Marta e Maria amavam Jesus. Cada uma demonstrava este amor que sentia por Ele de formas diferentes. Enquanto Marta servia procurando suprir todas as necessidades do Senhor, Maria, corajosamente, O adorava sentando a Seus pés ouvindo-O e aprendendo com Ele.
  E você, mulher cristã, Marta ou Maria?
  Minha homenagem às mulheres no seu dia!
Fernando Marin