quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Afinal de contas, para que existimos?






                                                        Por: Fernando Marin

Mateus 20.28   Porque até o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida para salvar muita gente.

   Há poucos dias, assistindo a um telejornal, tive a minha atenção voltada para uma notícia: a reportagem mostrava um grupo de Testemunhas de Jeová que, de forma voluntária, se dispôs a construir casas para famílias que perderam tudo, naquela grande tragédia que ocorreu na região serrana do Rio de Janeiro, em 2011.

   Homens e mulheres, pessoas de diversas partes do Brasil, estavam unidas, trabalhando na construção de residências – tarefa que deveria ser do governo – pois, desde aquela época, há famílias ainda sem um teto definitivo.

   Aquela atitude me chamou a atenção, imaginei, como em um sonho, todo o povo de Deus, ali, trabalhando em prol daqueles que necessitam de ajuda, que não tem recursos para refazer sozinhos as suas vidas, e me perguntei: por que isso não acontece na prática? Por que não servimos ao nosso próximo, como pregamos?

   O que a Bíblia nos diz sobre servir? No que a Teologia pode ajudar sobre isso?

   “Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou antes para nós as praticarmos” (Efésios 2.10 NTLH).

   Esta é a Palavra de Deus para nós! Todos nós fomos postos neste planeta para uma missão especial. Fomos criados para contribuir, e não para termos uma existência vazia, ou para ocupar lugar na terra. Fomos criados para somar, para acrescentar. Não estamos aqui só para comer, dormir ou para extrair recursos da natureza, não. Há até um ditado popular que diz que “quem não vive para servir, não serve para viver”.

   Na verdade, Deus nos projetou para o ministério, ou seja, para o serviço. A palavra ministério vem do grego ministerium, que quer dizer o mesmo que diakonia, serviço.

   Quando lemos o texto de Efésios 2.10, verificamos que todos nós fomos criados para servir aos outros. Essas boas obras, mencionadas no texto, são o serviço a Deus. Todas as vezes que servimos às pessoas, de alguma maneira, estamos servindo a Deus , conforme podemos observar  em Colossenses 3.23 (“ O que vocês fizerem façam de todo o coração, como se estivessem servindo o Senhor e não as pessoas.”). 

   Todos nós temos um propósito, um lugar, um papel e uma função a cumprir no mundo. Isso, está claro na Bíblia, em 2 Timóteo 1.9, “Deus nos salvou e nos chamou para sermos o seu povo. Não foi por causa do que temos feito, mas porque este era o seu plano e por causa da sua graça.” 

   Por isso, podemos entender que fomos chamados por Deus para o serviço, esse era o Seu propósito para nós , fomos escolhidos por Ele para o cumprimento dessa missão, a de servir.

   Mais que isso: Jesus ofereceu a sua própria vida, pagou um alto preço, pela nossa salvação (1Coríntios 6.20 “Pois ele os comprou e pagou o preço. Portanto, usem o seu corpo para a glória dele”). Isso nos deixa com uma enorme responsabilidade social, afinal, entendemos que Jesus morreu em sacrifício por nós. Através da sua morte, o nosso passado de pecado foi perdoado e esquecido, nosso presente faz sentido e o nosso futuro está garantido. Portanto, não devemos servir a Deus por medo, ou por obrigação, mas sim com alegria e gratidão por tudo o que Ele fez por nós!

   Essa missão, fica ainda mais clara quando lemos a carta de Paulo aos Romanos, no capítulo 12, versículo 1 , onde o apóstolo diz  “Portanto, meus irmãos, por causa da grande misericórdia divina, peço que vocês se ofereçam completamente a Deus como um sacrifício vivo, dedicado ao seu serviço e agradável a ele. Esta é a verdadeira adoração que vocês devem oferecer a Deus.”

   Devemos nos espelhar no amor de Cristo por nós para compreendermos melhor a questão do serviço ao próximo. Esse amor, é enfatizado por João (1João 3.16 “Sabemos o que é o amor por causa disto: Cristo deu a sua vida por nós. Por isso nós também devemos dar a nossa vida pelos nossos irmãos.”).

   Por aí, entendemos que, como cristãos, devemos demonstrar o amor de Cristo no serviço ao próximo. Não é difícil entender que, se eu não sinto amor pelos outros, não desejo ajudar as pessoas, me nego a evangelizar, só penso em mim mesmo, com certeza Cristo não está em mim. 

   Nós fomos salvos para servir, e não para ficarmos sentados esperando o nosso dia de glória. Se fosse para não fazermos nada, Deus nos levaria para o céu logo que nos convertêssemos. Mas, isso não acontece. Deus nos deixa aqui para cumprirmos com os Seus propósitos, com os Seus objetivos. Com certeza, todos nós temos uma missão no mundo. Independente do nosso emprego, dos nossos estudos e da nossa vida lá fora, somos servos cristãos.

   Todas as vezes que você usa os dons que recebeu de Deus para servir aos outros, você cumpre com o seu chamado. Alguns confundem esse “chamado” de Deus com algo que somente pastores, missionários ou outros obreiros recebem do Senhor, mas a Bíblia diz com clareza que todo cristão é chamado para servir, em Romanos 7.4 (“O mesmo acontece com vocês, meus irmãos. Do ponto de vista da lei, vocês também já morreram, pois são parte do corpo de Cristo. E agora pertencem a ele, que foi ressuscitado para que nós possamos viver uma vida útil no serviço de Deus”).

   Servir não é apenas uma escolha, algo para se fazer se tivermos tempo sobrando. Não, servir é o centro da vontade de Deus, é a coisa mais importante da vida cristã! De nada adianta aprendermos cada vez mais da Palavra de Deus se não a utilizarmos no nosso cotidiano. Precisamos agir de acordo com o que nós aprendemos, precisamos por em prática aquilo em que nós cremos. A maioria dos cristãos mais antigos já tem um bom conhecimento bíblico, o que precisam é por em prática esse conhecimento, é exercitar os seus “músculos espirituais”.

   Nós adquirimos a maturidade espiritual para que possamos exercitar o cristianismo, o serviço, o ministério!  Vejamos o que está escrito em Romanos 14.12: “Assim, cada um de nós prestará contas de si mesmo a Deus." Você já se imaginou, chegando perante o Senhor, o que dirá a Ele?Que esteve ocupado demais com a sua própria vida? Que os seus afazeres pessoais não deixaram você servir? Que você estava trabalhando bastante para se aposentar e poder servir, mas a morte veio antes?

   Em Marcos 8.35, Jesus nos diz que “Pois quem põe os seus próprios interesses em primeiro lugar nunca terá a vida verdadeira; mas quem esquece a si mesmo por minha causa e por causa do evangelho terá a vida verdadeira”.

   Meus irmãos, Deus nos chamou para que nós fizéssemos a diferença no mundo, nós somos os braços e a boca de Deus aqui na terra. É através de nós que Ele realiza a Sua obra, através das nossas vidas, do nosso serviço.

   E eu termino perguntando: o que está impedindo você de cumprir com a sua missão? O que está impedindo você de servir melhor ao Reino de Deus? O que está impedindo que o amor de Deus flua por meio da sua vida?

Fernando Marin

Atualizado e republicado.
Todas as citações bíblicas foram extraídas da versão NTLH.


Nenhum comentário:

Postar um comentário