terça-feira, 11 de novembro de 2014

O Papa Francisco I



O Papa Francisco I


  Estando em uma sala de espera, peguei para ler um jornal que se encontrava disponível, uma publicação de uma igreja católica com matérias interessantes, sendo uma delas artigo escrito pelo próprio Papa Francisco e uma outra, que o cita, escrita pelo Padre Alexandre José Albuquerque.

  Talvez alguns de vocês estranhem o fato de eu estar citando material oriundo da igreja romana, mas, gosto de lembrar que são cristãos, assim como os evangélicos o são também, com problemas em comum.

  No artigo escrito pelo líder da igreja romana, cujo título é ‘ Ciúme e inveja desmembram a Igreja, que é corpo de Cristo”, Francisco faz um sermão bastante tranquilo sobre  questões a que todos nós estamos acostumados a assistir no seio da igreja, seja de que denominação for. Ele diz, por exemplo, que  não devemos sentir ciúmes, mas sim apreciar nas nossas comunidades os dons e qualidades dos nossos irmãos. Afirma que o ciúme ‘enche o coração, tornando-o ácido e infeliz”.  

  Aconselha, ainda, que demonstremos a nossa proximidade aos que sofrem,  de sermos gratos a todos os que cooperam e que não devemos nos sentir superiores a ninguém. Tudo com embasamento bíblico.

  Porém, o que me chamou mais a atenção foi mesmo o texto de autoria do padre Alexandre, onde ele faz uma citação do papa que realmente me impactou. Por isso, irei reproduzir o texto, para que cada um o leia, reflita e se posicione na sua comunidade.


Fernando Marin


“Não quero uma Igreja preocupada em ser o centro”


  Nesse mês repasso na íntegra o número 49 da Exortação Evangelli Gaudium do Papa Francisco. Texto tão bonito e tão forte que serão desnecessários meus comentários. Reflitamos:

”Saiamos, saiamos para oferecer a todos a vida de Jesus Cristo! Repito aqui, para toda a igreja, aquilo que muitas vezes disse aos sacerdotes e aos leigos de Buenos Aires: prefiro uma igreja acidentada, ferida e enlameada por ter saído pelas estradas, a uma igreja enferma pelo fechamento e a comodidade de se agarrar às suas próprias seguranças.

  Não quero uma igreja preocupada com o ser centro, e que acaba presa em um emaranhado de obsessões e procedimentos. Se alguma coisa nos deve santamente inquietar e preocupar a nossa consciência é que haja tantos irmãos nossos que vivem sem a força, a luz e a consolação da amizade com Jesus Cristo, sem uma comunidade de fé que os acolha, sem um horizonte de sentido e de vida. Mais do que o temos de falhar, espero que nos mova o medo de nos encerrarmos nas estruturas que nos dão uma falsa proteção, nas normas que nos transformam em juízes implacáveis, nos hábitos em que nos sentimos tranquilos, enquanto lá fora há uma multidão faminta e Jesus repete-nos sem cessar: ‘Dai-lhes vós mesmos de comer (Mc 6.37)”.

Padre Alexandre José Albuqueruqe 

Fonte: Bendito - Paróquia N.Sra da Conceição

 Francisco (em latim: Franciscum), nascido Jorge Mario Bergoglio SJ é o 266.º Papa da Igreja Católica Apostólica Romana e atual chefe de estado do Vaticano. É o primeiro jesuíta e o primeiro sul-americano a ser eleito Papa, além de ser o primeiro pontífice não-europeu em mais de 1200 anos. Arcebispo de Buenos Aires desde 28 de fevereiro de 1998 e cardeal-presbítero desde 21 de fevereiro de 2001, foi eleito em 13 de março de 2013.


Nenhum comentário:

Postar um comentário